Diário Sintonia
Araxá não terá educação em tempo integral em 2019
Por Janaina Silva
15 de abril de 2019

Regional de Uberaba teve apenas 4 de 101 escolas

 

Educação integral do ensino fundamental atenderá estudantes de áreas de maior vulnerabilidade social em 2019, contemplando 30.675 estudantes de 500 escolas estaduais em todas as 853 cidades mineiras. A superintendência regional de ensino de Uberaba que gere 25 municípios e 101 escolas da rede estadual de ensino teve apenas 4 contempladas, uma em cada cidade: Uberaba, Iturama, Veríssimo e Frutal.

 

A iniciativa será retomada em maio, inicialmente, em escolas com alunos de menor índice socioeconômico, atendendo às comunidades de maior vulnerabilidade social.

 

Ampliação gradual

A secretária de estado de educação, Julia Sant’Anna, explicou as alterações, na quarta-feira (10/04), em audiência pública realizada pela Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia, da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Enfatizando que o objetivo não é acabar com o programa, mas desenvolvê-lo de forma responsável e ampliá-lo gradualmente.

“Vamos conhecer de perto a realidade de todas as escolas e fazer com que elas virem referência na Educação, com uma matriz de tempo integral efetiva, formando os professores, garantindo que eles tenham boa formação com relação ao currículo de referência de Minas Gerais. É com a entrega de bons resultados educacionais que a gente vai mostrar que o aluno vai ser muito bem respeitado”, explicou Sant’Anna.

 

O critério usado para a seleção das escolas foi o Inse, Indicador de Nível Socioeconômico das Escolas, até o Nível III, apontado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a partir da participação dos estudantes na Prova Brasil. Fazem parte do Nível III do Inse os alunos com renda familiar mensal de até 1,5 salários mínimos.