Diário Sintonia
Fiscais da vigilância sanitária padronizam relatórios em oficina
Por Janaina Silva
17 de maio de 2019

Participantes de 08 cidades estiveram na qualificação

 

Durante dois dias fiscais da vigilância sanitária de 08 municípios desenvolveram atividades para atualização de conhecimentos e padronização de relatórios. Os profissionais que atuam na microrregião de Araxá se reuniram na cidade na quinta-feira (16/05) e hoje (17/05). Nos encontros as equipes participaram de oficinas onde foram discutidos os alinhamentos na elaboração dos documentos oficiais da vigilância sanitária, dos relatórios de inspeção e das abordagens para que os serviços sejam aprimorados e formalizados.

 

A coordenadora de Araxá, Magaly dos Santos, informou que a superintendência regional de saúde viu a necessidade de padronizar os relatórios e por isso reuniu os representantes dos municípios para repassar as informações. Participaram das oficinas fiscais de Araxá, Tapira, Campos Altos, Ibiá, Pratinha, Perdizes, Santa Juliana e Conquista.

 

O governo do Estado criou o programa de vigilância em saúde onde os setores de fiscalização de todos os municípios tem metas a serem cumpridas pela melhoria da saúde da população. Em Araxá as fiscalizações devem ser feitas em mais de 02 mil estabelecimentos, pela equipe de 21 pessoas, sendo 03 do setor administrativo e 18 na inspeção, uma demanda grande, difícil de monitorar, uma vez que ninguém gosta de ser fiscalizado.

 

“Estamos à disposição da população para repassar informações e receber denúncias. A equipe não consegue estar em todos os lugares ao mesmo tempo, contamos com parceria da comunidade para contribuir com a melhora da qualidade dos estabelecimentos e produtos do município”, ressaltou Magaly.

 

Gisele Remy Rodrigues da Cunha, coordenadora da vigilância sanitária da superintendência regional de saúde, de Uberaba, reforçou que a intenção é trabalhar com os fiscais dos municípios o alinhamento na elaboração dos documentos, dos relatórios de inspeção, termos e autos. Também estão aproveitando o encontro para atualizar informações sobre como devem ser as abordagens e inspeções para que possam aprimorar os registros.

 

“Essa padronização aumenta o profissionalismo e a credibilidade da vigilância sanitária. Assim, as cobranças e condutas ficam harmonizadas, o que for cobrado em um município será no outro. Nosso principal objetivo é proteger a saúde da população em função daquilo que ela consome, seja serviço, seja produto”, destacou Gisele.

 

A população pode entrar em contato com a Vigilância Sanitária de Araxá para denúncias ou informações pelo telefone 34-9.9902-6767 ou pelo e-mail: visa@araxa.mg.gov.br