Diário Sintonia
Homem é preso por pesca predatória em Araxá
Por diariosintonia
17 de janeiro de 2020

 

Iniciado em 1° de novembro, o período de piracema se encerra somente no dia 28 de fevereiro, até lá a pesca é proibida. Neste período os peixes migratórios sobem a correnteza para desovar nas cabeceiras dos rios. A fiscalização da Polícia Militar Ambiental (PMA) é reforçada nessa época do ano. Em Araxá a PMA recebeu denúncia de que pesca predatória estava sendo realizada em represa artificial de uma das mineradoras do município nesta quinta-feira, 16/01.

 

Segundo o tenente da PMA, Diego Jorge, agentes foram até o local e encontraram um homem com vasto material específico para a pesca. O infrator recebeu voz de prisão, mas resistiu; foi necessário o uso de técnicas de contato e algemas para conduzi-lo à delegacia. A pena pode chegar a quatro anos de prisão. “No caso dele, especificamente, a piracema ainda está em curso, então ele será autuado e responderá, também, na esfera administrativa, com multas”, explica Jorge.