Diário Sintonia
Minas Gerais tem déficit previsto de R$ 13,29 bilhões em 2020
Por diariosintonia
17 de janeiro de 2020

Reprodução/Guilherme Bergamini

 

O governador Romeu Zema (Novo) sancionou a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício de 2020 nesta quinta-feira, 16/01. A receita está estimada em R$ 97,18 bilhões, já as despesas previstas são de R$ 110,47 bilhões, deixando um déficit R$ 13,29 bilhões ao Estado. O orçamento havia sido aprovado pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais no dia 18 de dezembro de 2019.

 

Do total de despesas, R$ 101,8 bilhões são despesas correntes, para o custeio de manutenção das atividades do órgão administrativo. As despesas de capital somam R$ 8,03 bilhões, que se referem, por exemplo, às aquisições de máquinas, equipamentos e realizações de obras. Por fim, a reserva de contingência é de R$ 639,6 milhões.

 

Quanto à receita, as correntes somam R$ 92,9 bilhões, com as deduções planejadas em R$ 9,9 bilhões. Já as receitas de capital são estimadas em R$ 471 milhões. O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) tem a arrecadação estimada em R$ 53,1 bilhões, 76,1% das Receitas de Impostos, Taxas e Contribuições de melhoria.

 

Com informações da Agência Minas