Diário Sintonia
Minas Gerais tem previsão de safra recorde de grãos
Por Janaina Silva
28 de maio de 2020

 

A estimativa para a safra de grãos 2019/2020 em Minas Gerais se mantém positiva, inclusive com previsão de recorde, de acordo com os dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). São esperados 15,3 milhões de toneladas – a maior safra desde 1976, um crescimento de 7,4% em relação à anterior. A área plantada e o ganho de produtividade também subiram, 2,2% e 5,1%, respectivamente. Entre os produtos que se destacaram estão a primeira safra do feijão (+21,7%), do amendoim (+16,7%), da soja (+15,9%) e das duas safras do milho (+3,6%). Segundo o superintendente de Inovação e Economia Agropecuária da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Carlos Eduardo Oliveira Bovo, o investimento dos produtores em tecnologias e condições climáticas favoráveis contribuíram para o significativo aumento da produção de grãos no Estado.

 

“A nossa perspectiva é continuar com a ampliação da produção de grãos em Minas. Mesmo diante de adversidades, como o aumento no preço de alguns insumos, a dificuldade para escoar algumas produções e a adaptação para garantir a saúde dos trabalhadores rurais, o setor agropecuário vem se reinventando e apresentando resultados positivos”, pontua.

 

Principais grãos – Os dois grãos mais cultivados em MG, que são o milho (previsão de 7,8 milhões de toneladas para as suas duas safras) e a soja (5,8 milhões de toneladas), também apresentaram aumentos na produção, conforme os dados do Conab. No caso do milho, a safra já finalizada teve crescimento de 0,5%, e a previsão é que a 2ª safra, que iniciará em junho, cresça para 8,6%. “Registramos um aumento de 4,7% produtividade do milho neste ano, em função das condições climáticas favoráveis em Minas Gerais”, complementa a assessora técnica Creuma Viana. A produção da soja passou de 5,0 para 5,9 milhões de toneladas na safra 2019/2020, com ganho de 4,6% na área cultivada e 10,9% na produtividade.