Diário Sintonia
Nove presos em balanço parcial da Operação Piracema
Por diariosintonia
12 de fevereiro de 2020

 

O período de Piracema tem início em 1° de novembro e se encerra somente no dia 28 de fevereiro. Durante esses quatro meses, a pesca predatória é proibida, pois é neste período que os peixes migratórios sobem a correnteza para desovar nas cabeceiras dos rios. A fiscalização da Polícia Militar Ambiental (PMA), reforçada nessa época do ano, prendeu nove pessoas até o momento na região de Araxá e Nova Ponte.

 

De acordo com o tenente Diego Jorge, este número é considerado elevado, pois o período é curto, de apenas cem dias. “É possível observar que a prática é recorrente na região”, afirma. Ainda segundo ele, foram mais de cem mil reais de multa aplicada e cerca de 150m² de redes para pesca apreendidas. Segundo Jorge, “o pescador tem que ter em mente que ele pode pescar apenas espécies exóticas e não espécies nativas [durante a Piracema]”.

 

Ações específicas dentro da Operação Piracema serão realizadas durante o Carnaval priorizando o patrulhamento aquático, combate à pesca e a proteção da fauna e da flora. Jorge orienta que os pescadores, sejam profissionais ou não, procurem se informar quanto às normas da região na sede ou telefonando para a Polícia do Meio Ambiente. Uma das normas citadas pelo tenente é a proibição de redes de pesca nesta época do ano.