Diário Sintonia
Pedras de crack eram guardadas em sofá
Por Janaina Silva
17 de maio de 2019

Drogas que poderiam render até R$ 4 mil

 

Pedras de crack de tamanho médio, embaladas em sacolas plásticas, que se fracionadas renderiam até 400 unidades pequenas do entorpecente que é comercializado no valor médio de R$ 10,00 cada, totalizando R$ 4 mil. O local onde o primeiro foi preso, rua Deivid Evangelista de Souza, no bairro Abolição, é conhecido pelos policiais por ser classificada uma zona quente de criminalidade.

 

O jovem de 20 anos não tem nenhuma passagem policial, ele informou quem seria o proprietário da droga que ele estava guardando no sofá da casa dele, onde também continha dinheiro, R$ 390,00.

 

Suposto dono do montante de crack, de 25 anos, foi preso por outra equipe do Tático Móvel, no bairro ao lado, na região do Catitu, no bairro Santa Mônica. A operação Batida Policial foi montada pouco mais de 22h de quarta-feira, 15/05, e o policiamento na área foi intensificado devido às inúmeras denúncias feitas via telefone 190.