Diário Sintonia
PRF encerra Operação Aparecida 2020 com 17 mortes em MG
Por Janaina Silva
13 de outubro de 2020

 

Ao todo, 24 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool nas rodovias federais que cortam Minas Gerais durante o feriado prolongado. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou ontem (12/10) a Operação Nossa Senhora Aparecida 2020, realizada de 09 a 12 de outubro. Durante o período, foram registrados nas rodovias federais do Estado 141 acidentes que resultaram em 217 pessoas feridas e 17 óbitos. A Operação foi marcada pela imprudência dos motoristas. O reforço no policiamento ostensivo resultou na fiscalização de 8.723 veículos, 510 multas aplicadas por ultrapassagens proibidas, 380 multas por Condutor sem cinto de segurança e outras 166 por passageiro sem o uso do equipamento obrigatório.

 

A PRF registrou aumento no fluxo de veículos durante o feriado prolongado, principalmente na BR-262 que liga até a cidade de Campos Altos, onde há o segundo maior santuário da Santa no país. Em 2019, o feriado do dia 12 de outubro ocorreu durante o fim de semana, portanto, não houve operação de feriado prolongado com dados comparativos em relação ao ano passado.

 

Acidentes. O registro mais próximo de Araxá aconteceu na madrugada de sábado para domingo, às 04h50 no quilômetro 791 da BR-262 na cidade de Uberaba. Uma saída de pista de um automóvel causou a morte da araxaense Livia Soraya Barbosa.

 

Em todo o país foram registrados 973 acidentes de trânsito nas rodovias federais durante a Operação, sendo que 1.165 pessoas ficaram feridas e 75 pessoas vieram a óbito no local do acidente. Nesse período, a PRF realizou mais de 6.200 testes de etilômetro e flagrou 783 pessoas dirigindo sob efeito de álcool nas rodovias federais por todo o país.