Diário Sintonia
Seis em cada dez consumidores planejam presentear a pessoa amada
Por Janaina Silva
12 de junho de 2019

Gasto médio deve ser menor que em 2018

 

Expectativa é que esse dia dos Namorados movimente o comércio, com a previsão de quase 99 milhões de pessoas que pretendem presentear o parceiro e shoppings despontam como principal destino de compras. O tíquete médio será de R$ 127, uma queda real de 27% em relação ao ano passado, segundo aponta um levantamento feito pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

 

Ainda em meio a um quadro de atividade econômica desaquecida, o apetite de gastos do brasileiro este ano deve ser mais moderado ao ir às compras nesta quarta-feira, 12 de junho. Foi apurado pelas instituições que 06 em cada 10 consumidores (63%) esperam presentear alguém na data, os dados também mostram que em 2018, 57% adquiriram presentes. Em média, o consumidor planeja desembolsar R$ 126,98 com os presentes do Dia dos Namorados, ante R$ 166,87 em 2018 — uma queda de 27,5%, já descontada a inflação acumulada do período.

 

O simbolismo em torno desta data comemorativa ajuda a explicar a decisão de presentear. A pesquisa constatou que 47% dos que farão compras no Dia dos Namorados consideram o ato de presentear um gesto importante, ao passo que 46% têm o costume de presentear as pessoas que gostam. Os mais lembrados na ocasião serão os cônjuges (59%) e namorados (35%).