Diário Sintonia
Vacinação contra gripe ainda não atingiu meta
Por Janaina Silva
17 de maio de 2019

76,88% de cobertura vacinal em Araxá

 

Vacina contra gripe é segura e tem se mostrado eficaz na redução de complicações causadas pelo vírus da Influenza, afirma a coordenadora estadual de imunizações de MG, Josianne Dias Gusmão. A prefeitura de Araxá, através da secretária municipal de Saúde, alerta para a importância da vacinação contra Influenza. Todas as pessoas que se enquadram em um dos grupos prioritários devem procurar um posto de vacinação. A campanha no município atingiu 76,88% de cobertura vacinal.

 

Minas Gerais ainda precisa vacinar cerca de 2,3 milhões de pessoas do total do público elegível, para atingir a meta de 90%. A cobertura vacinal no estado está em 64,85%. Crianças e gestantes, historicamente, são os públicos que menos procuram a vacina.

 

Na cidade um total de 26.958 pessoas deverão ser vacinadas. Deste público já foram imunizados em Araxá: 68,71% das gestantes, 79,60% dos idosos, 106,84% de puérperas (até 45 dias após o parto), 81,88% de crianças de 6 meses a menores de 6 anos, 69,61% dos professores, 85,67% trabalhadores da saúde e 49,77% dos portadores de comorbidades.

 

Público elegível

Neste ano, que é a 21ª edição, a campanha contra a Influenza ampliou a vacina para crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias). Além das crianças, fazem parte do público da campanha adultos com 60 anos ou mais, gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, povos indígenas, profissionais das forças de segurança e salvamento, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

 

Locais vacinação:

Em Araxá a vacina está disponível de segunda-feira a sexta-feira, na Unicentro das 7h30 às 16h30, Unileste das 7h30 às 16h50, Uninorte das 7h30 às 12h e das 13h às 16h30, Uninordeste das 7h30 às 16h30, Unisa das 7h30 às 16h30 e Unioeste das 7h30 às 12h30. A caderneta de vacinação também está sendo atualizada com a oferta das demais vacinas do calendário nacional.

 

Cenário epidemiológico

Em Minas Gerais, até o dia 8 de maio, foram notificados 828 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Do total de casos notificados com amostras já processadas, 33 foram confirmados como SRAG causados pelo vírus da Influenza e 73 casos por outros vírus respiratórios. Dos 33 casos de SRAG causados pela Influenza, 31 foram de Influenza A/(HINI), 1 por Influenza A (H3N2) e 1 por Influenza B. Já em relação às mortes, até o momento, foram notificados 73 óbitos por SRAG.