Diário Sintonia
VIII Fliaraxá recebeu mais de 30 mil pessoas
Por Janaina Silva
25 de junho de 2019

Mais de 270 atividades aconteceram em 4 dias

 

“O Festival ainda terá uma ressonância na minha cabeça, um lastro durante as próximas semanas e meses”. A frase, de Valter Hugo Mãe, um dos mais destacados autores portugueses da atualidade, certamente representa o sentimento de milhares de pessoas que passaram pelo VIII Fliaraxá, entre 19 a 23 de junho, no Grande Hotel. Girando em torno da estrela do evento, a literatura, o Fliaraxá contou com debates, lançamentos de livros, contação de histórias, música, exposições de arte e fotografia, grafite, teatro infantil e muito mais. Ao todo, 30.567 pessoas visitaram o evento, superando a expectativa de público para essa edição.

 

“Acredito que foi o festival da generosidade, o festival da gratidão, do que nos une, como disse Sérgio Abranches. O que nos une a gente conseguiu consagrar aqui. Não só através dos momentos comoventes que vivemos, como os momentos de falas com o coração e não com a boca. Esse grupo de convidados nos fez  pensar que é possível, sim, criar um projeto de país”, resumiu Afonso Borges, curador e idealizador do Festival.

 

Com o tema “Literatura, Leitura e Imaginação” e atividades que transitaram por temas relativos à questão racial e social, que permeiam o universo feminino, outros pensados especialmente para o público infantil, alguns que associam a literatura a áreas como audiovisual e pintura, dentre outros, o Fliaraxá reuniu cerca de 180 convidados. Artistas, intelectuais, músicos, gestores culturais, contadores de histórias e outros participaram de mais 270 atividades como mesas, debates, rodas de conversas, shows musicais, apresentações teatrais, sessões de autógrafos e muito mais.

 

O governador Romeu Zema esteve no festival na tarde do sábado (22) e saiu encantado com o que presenciou. “Acompanho desde o início e para mim, que sou araxaense, seria difícil imaginar que este festival pudesse crescer nesta proporção. Principalmente, pelo que tenho escutado, em termos de prestígio e de impacto. Vou fazer de tudo, durante o meu governo, para que possa crescer ainda mais”, completou.

 

Toda a programação do Fliaraxá teve entrada gratuita, graças à Lei Federal de Incentivo à Cultura, por intermédio do patrocínio da CBMM.