Diário Sintonia
1.165 veículos vendidos em leilão do Detran
Por Janaina Silva
28 de maio de 2019

Arrematação ultrapassou R$ 1,6 milhão

 

A comissão de leilão do Detran-MG, em Araxá, divulgou os dados relativos as arrematações do último leilão, que aconteceu nos dias 21 e 22 de maio. Foram colocados à venda 1.165 veículos, todos vendidos, e com valores de arrematação que somaram R$ 1.673.970,80. Estima-se que mais de 1.000 pessoas passaram pelo local e participaram da hasta pública.

 

Inicialmente 1.231 estavam listados para a venda, mas em virtude de inconsistências 66 veículos foram excluídos. De acordo com a comissão esse valor ainda não é o final, uma vez que o arrematante tem o prazo de três dias para pagamento. Nos próximos dias, o Detran divulgará o montante recolhido aos cofres públicos. O arrematante que oferece lance e não faz o recolhimento poderá sofrer medidas administrativas e civis, podendo ser proibido de participar de outros leilões, por exemplo.

 

Pela primeira vez no interior do estado, o Departamento de Trânsito realizou o leilão de sucatas inservíveis. São aqueles veículos que não podem ter as peças retiradas para comércio, considerando a péssima condição de conservação. Itens que são leiloados pelo peso estimado do material ferroso. A empresa vencedora arrematou 294 veículos, pagando R$0,45 por quilo.

 

Os valores arrecadados com o leilão podem ter fim administrativo ou judicial. Existem veículos que o valor do lance foi recolhido na conta do Fundo Judiciário ou vinculado ao processo, a depender da determinação. Os demais são destinados para pagar dívidas de remoção, diárias, tributos, multas, além de outras despesas. O recurso que eventualmente sobrar é devolvido ao proprietário, mas os casos são raríssimos.